Cinco

25/01/2014

 

O Comida (Folha de S. Paulo) da última quarta-feira, dia 22/1, reuniu dicas de diversas pessoas, numa comemoração do aniversário de São Paulo.

 

Minhas dicas estão aqui, na versão abreviada pela edição do jornal.

 

Abaixo, o texto integral:

 

 

1.

Ali, na mesa para duas pessoas que fica ao lado da janela, com uma boa cerveja, um bom chopp e um prato de bolinho de virado à paulista na frente: o Aconchego Carioca-São Paulo não está no bairro do Paraíso, mas fica muito perto de meu paraíso pessoal.

 

2.

Ao contrário do que muita gente pensa, o Marcel não se resume aos suflês (embora eles sejam ótimos). Nas mãos de um dos grandes chefs de São Paulo, tem o menu degustação de melhor relação custo-benefício da cidade. E tem o incrível suflê (voltamos a eles…) de cupuaçu, que combina a tradição francesa com algo de Brasil.

 

3.

Repare na poltrona. Repare na música. Repare na, digamos, atmosfera. Repare: são raros os bares de São Paulo com o charme e o estilo do Admiral’s Place, que, com poucos meses de vida, já é clássico. E, depois dos whiskies e dos drinques, ainda dá para descer a escada e comer o nhoque de mandioquinha com ragu de javali do Sal Gastronomia, uma massa categórica e contundente.

 

4.

Uma entrada. Mas você pode pedir porção maior, como prato principal. Ou porção dupla, tripla, quádrupla. Porque a moela confitada com fígado de frango e uvas, flambados na grappa, não é apenas um dos melhores pratos da Tappo Trattoria. Depois que se come pela primeira vez, vira uma necessidade do dia a dia.

 

5.

Você tem um sake para chamar de seu? Eu tenho. Chama-se Nakadori Zaku Miyabino Tomo. Quem indicou foi o Alexandre Tatsuya Iida, mais conhecido como Adegão, da Adega do Sake. Bateu o olho clínico em mim e, paft!, sugeriu. Quando tomei, custei a acreditar: era uma versão minha, só que bem melhorada e engarrafada.

 

About these ads

6 Respostas to “Cinco”

  1. Ricardo Reno Says:

    Olá Comilão, tudo bem!

    Um 2014 apetitoso para todos nós. Só não nos deixe de dieta dos seus textos saborosos.

    Abraços

  2. alhos Says:

    Duplamente obrigado, Ricardo.
    Que de fato seja.
    Pronto: já publiquei um texto.
    Abraços!

  3. Ricardo Martini Says:

    Sempre ótimos textos e mesmo sabendo que trabalhas com as palavras, dedução feita a partir de comentários teus e que não é tanto segredo quanto tua identidade, ainda assim é possível surpreender-se com o esmero ácido dos posts. Isola x (ou +) Admiral’s é simples e precioso, e a lista dos top 5 é o que nós mortais da periferia dos frequentadores do Fasano e Shin Zushi para uma simples entrada queremos e devemos saber. Já sabia da mesa no Aconchego (também me apaixonei à primeira sentada) e da magnífica entrada do Tappo (por mim a porção seria realmente prato principal e as fatias de pão múltiplas), basta e resta saber o que sobra da lista.
    Kudos, Mr. Garlic.

  4. alhos Says:

    Ricardo,
    tudo bem?
    Muito obrigado.
    Aproveitemos.
    Abraços!


  5. acho a moela do Tappo, bem como a pasta alle sarde, dois dos ótimos pratos que costumo pedir sempre que quero comer algo que lembre minha família. pratos impecavelmente executados e de alto teor emocional para mim.
    forte abraço

  6. alhos Says:

    Idem, ibidem, Wair. E a pasta alla Norma.
    Abraços!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 168 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: