Confessional

22/11/2008

Noite de sábado em casa.

Baguete integral, brie, San Daniele, patê de foie.

A combinação lembra o Settebello do finado Panino Giusto – o de São Paulo, na rua Augusta, não o original, de Milão, onde nunca encontrei esse sanduíche fabuloso.

Le Paradis, un vrai Malbec, direto de Cahors.

Dois cds: Giovanni Antonini, regente do Giardino Armonico, toca um Vivaldi no flautim. E o incomparável sax de Jan Garbarek, acompanhado de Egberto e Charlie Haden, relembra, com esse Mágico, minha adolescência – epa, acho que confessei minha idade.

Ir a um bom restaurante é bom.

Ficar em casa – isto se chama família – também é muito bom.

Anúncios

2 Respostas to “Confessional”

  1. Fernanda Says:

    sempre fiz muito isso na casa dos meus pais…queria fazer mais na minha própria casa, às vezes fico com a cerveja que não tem o mesmo efeito, não combina com queijos…vinho combina com queijos e pães comprados no santa luzia, e uma conversa menos histérica que a da cerveja…pequenos prazeres.

  2. paisagensdacritica Says:

    Fernanda,
    tudo bem?

    Em tempos de lei seca (sim, eu a respeito – em parte por acreditar nela, apesar de exagerada; em parte por medo de ser preso), esse programa fica mais tentador.

    Mas é sobretudo a intimidade que o valida. É ela que move os pequenos prazeres – pequenas alegrias, chamaria Matisse.

    Abraços!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: