Tudo blue no Blú

06/04/2011

 

Poucas coisas são mais agradáveis, no tantas vezes superestimado mundo das comidas, do que fazer um inesperado e descontraído bom jantar.

Numa noite de chuva, minha mulher e eu devíamos comer algo em Perdizes, enquanto esperávamos para buscar nossa filha, que brincava na casa de uma amiga.

Previmos: às 8 e pouco chegamos ao Zé do Hambúrguer (a que nunca fomos), comemos um lanche rápido; às 9 pegamos nossa filhota.

Acontece que no Zé do Hambúrguer havia mais de quarenta minutos de espera.

Espera, a grande paixão paulistana — de que nem longinquamente compartilhamos.

Porque espera — vale lembrar — só vale a pena se não ultrapassar cinco minutos e reservar a expectativa de uma grande refeição.

Não era, nem de longe, o caso.

Eis que, de repente, não mais que de repente, nos demos conta de que estávamos ao lado do Blú Bistrô. Andamos vinte metros e desanimamos: a casa participava da Restaurant Week; logo, deveria estar cheia.

Nem tanto. Bastava aguardar que limpassem uma mesa e poderíamos sentar.

O menu da RW não empolgava; então, seguimos o cardápio regular. Para minha mulher, escalopes Paris, recheados de cogumelos e gorgonzola, no molho de vinho tinto e acompanhados de batatas rústicas. Para mim, confit de pato au poivre com purê de cará e pera glaceada. Para nós dois, de entrada, croquetes de pato.

Sim, pato e, depois, pato. É meu termômetro bistrotière. Bistrô que não passa no teste do pato não mais me empata (perdão, leitor, não resisti ao trocadilho…)

Os croquetes estavam agradáveis, sequinhos, com recheio cremoso (gruyère), mas quase sem gosto da ave. Instalou-se uma tensão no ar…

Tensão que, por sinal, cresceu quando começou a chover — nossa mesa era quase ao ar livre.

A tensão começou a se desfazer com a iniciativa pronta e simpática do serviço que, com a casa cheia e em meio à confusão da Restaurant Week, deu um jeito de nos transferir, juntamente com o casal da mesa vizinha, para a área interna do restaurante.

E se dissolveu quando recebi meu bom e macio pato, 7,5 graus na escala PatAlhos. O purê de cará incluía batata na composição e as peras vinham firmes e saborosas.

Também os escalopes servidos à minha mulher eram bem preparados e gostosos.

Nos dois pratos, os molhos e temperos pesavam um pouco mais do que deviam, encobrindo parcialmente outros sabores, mas sem chegar a comprometer o conjunto.

Uma entrada, dois principais, um café, águas. Sem sobremesa, couvert ou vinho. 70 reais por pessoa. Não é barato, mas é proporcionalmente baixo para os atuais padrões paulistanos.

O Blú Bistrô pode entrar na lista dos dez ou vinte melhores restaurantes de São Paulo? Obviamente não. E nem esta parece ser a intenção da casa. Mas é um tipo de restaurante essencial: aquele em que se pode fazer, a custo razoável, uma refeição boa, agradável, descompromissada e com atendimento gentil.

Se o jantar, além disso, ainda for inesperado, tanto melhor.


Blú Bistrô

Rua Monte Alegre, 591, Perdizes, São Paulo

tel. 11 3871 9296

Como chegar lá (Guia 4 Cantos): Blú Bistrô

 


8 Respostas to “Tudo blue no Blú”

  1. André Says:

    Boa Seo Alhos,
    Nada como não criar expectativa.

  2. alhos Says:

    Sem dúvida, André.
    Simplifica tudo.
    Abraços!

  3. Marco A. Cunha Says:

    Caro Alhos, há anos que não vou ao Bassi, sabe como está por lá ?

  4. alhos Says:

    Marco,
    tudo bem?
    Continua muito bom. Das melhores carnes de São Paulo.
    Abraços!

  5. Gourmandisme Says:

    Olá, chego pela primeira vez ao seu blog e gostei muito! Excelente texto, nos deixa com vontade de ler mais e mais! Te convido a conhecer o meu.

    Abs,
    Bruna

  6. alhos Says:

    Bruna,
    tudo bem?
    Obrigado. Visitarei seu blog, sim.
    Abraços!

  7. leo Says:

    quase 58 euros para o casal…juro que em paris dois casais comem entrada- principal mais sobremesa e uma garrafa de vinho de uns 20 euros num bistro de bairro…

  8. alhos Says:

    Leo,
    tudo bem?
    Pois é…
    Abraços!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: