Abecedário

08/03/2012

 

Note bem, leitor: não se trata de gosto ou preferência.

 

Um e outra transparecem inevitavelmente aqui e ali nos textos que (ir)regularmente publico.

 

Também não se trata de guia. Se quiser um guia, consulte o Comer & Beber da Veja São Paulo: para esta cidade, melhor não há.

 

Tudo começou quando eu tentava fazer reserva num restaurante e ouvia respostas estapafúrdias do outro lado da linha. Parei um pouco para pensar se devia mesmo insistir —não era a primeira, nem a segunda e nem a terceira tentativa— e achei que devia fazer um balanço do que vale a pena em São Paulo em termos de comida.

 

Não do que vale muito a pena —até porque essa lista já apareceu aqui no blog.

 

Do que vale a pena. Aqueles lugares em que, pelo menos duas vezes, os aspectos positivos superaram os negativos. Percebeu? Foi este o vago critério: duas experiências agradáveis. Só duas e, pronto, entrou na lista.

 

Por isso ficou tão grande. Precisei colocar em ordem alfabética, um abecedário.

 

Talvez seja um surto da tal paixão por listas. Não importa.

 

Importa que, para mim, esses lugares sugerem alguma garantia.

 

Há basicamente restaurantes. Vou pouco a bares —coisa que, inclusive, lamento. Um ou outro não-restaurante, porém, dá o ar da graça.

 

Muitos dos lugares citados já foram resenhados pelo blog e, se quiser testar, clique aí do lado, na longa relação de restaurantes.

 

Finalmente: não hesite em discordar da lista. Provavelmente daqui a pouco também discordarei.

 

E um post scriptum, o mundialmente famoso p.s.: não resisti e coloquei uns nomes em negrito.

 

 

A — A Bela Sintra; A Figueira Rubaiyat; Acrópoles; Adega do Sakê; Adega Santiago; Aizomê; AK Vila; Amadeus; Amazônia; Amici

 

B — Bacalhoeiro; Bar da Dona Onça; BottaGallo; Brasil a Gosto; Bráz; Buttina

 

C — Camelo; Casa da Li; Casa Garabed; Chef Rouge; Chou; Clandestino; Clos de Tapas; Così

 

DDalva e Dito; De La Paix; Divina Itália; Dr. Tchê; D.O.M.; 210 Diner; Dui

 

E — El Tranvía; Emiliano; Eñe; Epice; Estación Sur

 

FFasano; Flavio Federico Dolci; Fogo de Chão

 

GGero

 

H — Hamatyo; Hinodê

 

IIci; Insalata

 

JJulice Boulangère; Jun Sakamoto

 

K — Kidoairaku

 

LLa Brasserie; La Casserole; Lamen Kazu; Le Vin

 

M — Maní; Marcel; Marina di Vietri; Maripili; Mocotó; Moinho de Pedra; Moraes

 

N — Nonno Ruggero; North Grill

 

O — O Pote do Rei; Osório; Osteria del Pettirosso

 

PParigi; Parilla Argentina; Pie in the Sky; Piselli; Pobre Juan; Pomodori

 

Q — Quintal do Bráz

 

R — Ráscal; Ritto; Ritz; Rosmarino

 

S — Saj; Sal Gastronomia; Santo Colomba; Shin-Zushi; Spadaccino; Speranza; Spot; St. Louis; Stuzzi

 

TTappo; Tasca da Esquina; Templo da Carne Marcos Bassi; Tenda do Nilo;  Tordesilhas; Trattoria Picchi; Twelve

 

V — Varanda; Vecchio Torino; Vento Haragano; Veridiana

 

Z — Zena Caffè

 

 

Anúncios

9 Respostas to “Abecedário”

  1. ThalesF Says:

    Excelente; acompanho o blog e lembrei de um post, quando fui almoçar ontem (quase janta, na verdade), acho que um dos mais recentes, sobre as tais hamburguerias. Bem, fui numa na rua Tabapuã (ali pertinho da Faria Lima – claro que o nome é desnecessário) e, ao chegar o famoso lanche da casa… carne sem gosto!

    Carne sem gosto, pode?

    E foi aí que lembrei do blog: o local onde me encontrava não estava entre “os melhores” e entendi o porquê. Estranho porque nas outras vezes foi até legal, mas se o lugar não mantém sempre o nível de satisfação, aí tem. Sem contar as batatas, passadas demais e claramente com gosto de óleo velho. Uma pena, cortada da lista. Na próxima arriscarei as dicas do blogueiro ilustre.

    Continue, um abraço!


  2. Gostei da lista… Na verdade vários eu nunca fui mas pretendo ir… já é um bom norte nesse mar de milhares de opções na cidade. Muito legal!!!

    Só faltou o Spago rsrsrs

    Abs Alhos

  3. alhos Says:

    Thales,
    obrigado por seu comentário.
    Fui apenas uma vez ao Fifties da Tabapuã e várias ao da Villaboim. Já comi bem lá, mas, na maioria das vezes, vivi experiências semelhantes à sua. Uma pena.
    Abraços!

    André,
    obrigado.
    Resta que a irregularidade, marca clássica de muitos restaurantes brasileiros, não o surpreenda numa das visitas.
    Ainda não fui ao Spago.
    Abraços!

  4. Márcia Says:

    Caro, experimente o Das Duas Travessuras Gastronômicas e o Pecorino, ambos na alameda Joaquim Eugênio de Lima. Ótimo custo/benefíciio. abs.

  5. alhos Says:

    Márcia,
    tudo bem?
    Obrigado pelas dicas. Ambos são bem perto da minha casa.
    Não conheço o Duas Travessuras.
    Ao Pecorino fui uma vez e não deu certo: dois pratos de massa muito além do ponto (ravióli de queijo de cabra e trofie ao pesto) e uma lula recheada muito rija e insossa. Pastiera di grano seca demais e tiramisù sem gosto de mascarpone. Mas tentarei de novo.
    Abraços!

  6. Li Says:

    Olá, Alhos!!!
    Um negócio pequeno, tem que lutar muito prá numa cidade linda e caótica como a nossa conseguir cobrar regularidade e padrão dos fornecedores e qualidade nos serviços dos funcionários prá manter a comida gostosa, preços justos e atendimento gentil.
    Vale a pena sonhar esse sonho! Obrigada por nos prestigiar. É importante prá nós!
    Beijas!!!

  7. alhos Says:

    Li,
    imagino todas as dificuldades.
    O prazer é sempre meu, você sabe.
    Beijos!

  8. Sergio S. Says:

    Alhos,
    lista muito interessante! Dos que não conheço, vou anotar para ir quando der!
    Abs,
    Sérgio

  9. alhos Says:

    Sergio,
    obrigado.
    Mas, como você pode ver pelo texto seguinte, a garantia é meio fluida…
    Abraços!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: