Alho de Ouro 2012

18/12/2012

 

Todo prêmio, em toda área, tem lá suas idiossincrasias.

 

Certamente nenhum supera (ao menos nisso, ao menos nisso!) o Alho de Ouro.

 

Ele é oferecido de vez em quando e sempre com um critério diferente. Basta ver os resultados de suas edições anteriores (2009 e 2011).

 

Alho de Ouro evita as categorias fixas, mas jamais valoriza locais que não sejam de categoria.

 

Três endereços de primeira categoria, no entanto, ficam de fora da premiação: Roberta Sudbrack, D.O.M. e Fasano. São hors-concours.

 

 

Na edição 2012, optamos (‘alhos’, afinal, é plural) por distribuir os prêmios em três blocos:

 

 

Alho de Prata para os restaurantes que, sem ter atingido os píncaros da glória (sim, píncaros da glória; nenhuma premiação pode, evidentemente, prescindir de clichês e frases feitas) dos que receberam Alho de Ouro, foram fundamentais.

 

Meu Alho para aqueles lugares que são uma espécie de porto seguro, garantia total, prazer contínuo.

 

Alho de Ouro para os principais destaques do ano: restaurantes que empolgaram em pelo menos três visitas.

 

 

Cogitei seriamente eleger o Alho de Lata: casas em que fiz refeições trágicas ou que não valem o que custam. Desisti porque a lista certamente chamaria mais atenção do que a dos bons restaurantes e deixaria em segundo plano quem trabalha sério e bem. Lasciare perdere, em bom português.

 

 

Considerações gerais feitas, deixemos os prolegômenos e vamos ao que interessa (ao fundo, “Pompa e circunstância”, de Elgar).

 

 

O Alho de Prata vai para…

— Attimo

— Emiliano

— Mocotó

 

 

Meu Alho vai para

— Aconchego Carioca – SP

— AK Vila

— Marcel

— Tappo Trattoria

 

 

O Alho de Ouro vai para…

— Chou

— Clos de Tapas

— Tordesilhas

 

 

 

E acabou 2012, um ano terrível. Que dias melhores venham para todos nós.

 

 

 

14 Respostas to “Alho de Ouro 2012”


  1. Adorei a premiação, são meus preferidos também!
    Que venha 2013 com força total, 2012 é passado!
    Bom Ano Alhos!

    Bjs

    Aurea

  2. alhos Says:

    Aurea,
    tudo bem?
    Obrigado.
    Que 2013 seja um ano maravilhoso para todos nós.
    Beijos!

  3. Edu Passarelli Says:

    Obrigado, Alhos. É uma honra para nós!🙂

    Feliz 2013!

    Um abraço

  4. alhos Says:

    Edu,
    obrigado.
    A você, também, um ótimo 2013.
    Abraços!

  5. Adriana Says:

    Oi, Alhos. Ainda não visitei o Attimo. Estou relutando…
    Mas, na minha lista “meus”, além do Tappo (que pra mim é “o” restaurante), constam tb o Bistro Charlo e o Chef Rouge (embora ainda não o tenha visitado na fase Wagner Rezende).
    Bom atendimento hoje em dia faz toda a diferença, como os aspectos comida bem feita e “sem supresas” (e não estou falando das boas…) e ambiente pouco afetado tb têm pesado.
    Beijo.

  6. alhos Says:

    Adriana,
    obrigado.
    Vá jantar, aproveite que ainda está chovendo. rs
    Gostei do Attimo, vale a pena.
    Fui uma vez ao Chef Rouge após a troca de chef e gostei, também. Acho que o Chef Rouge nunca recebeu, da imprensa especializada, o devido reconhecimento.
    Surpresas desagradáveis e afetação causam indigestão. rs
    Beijos!

  7. Ricardo Reno Says:

    Olá Comilão, tudo bem?

    Um feliz 2013 e um ano próspero de posts.

    Não havia ido ao Attimo, coisa que fiz sábado passado, e achei para lá de bom. Nenhuma surpresa, para mim, em se tratando de Jeferson Rueda que considero um ótimo chef e pessoa.

    Tomando emprestado o seu “meu alho”, pelos quesitos que nortearam sua escolha escolha, eu na minha lista acrescentei A Casa da Li. Local que conheci depois de ler aqui um texto muito bom sobre a casa e a LI.

    Para mim é uma grande pena que o Tordesilhas vá trocar a simpática casa da Consolação por um novo endereço nos Jardins.

    Grande abraço

  8. alhos Says:

    Ricardo,
    tudo bem?
    Obrigado.
    Bom lê-lo de volta por aqui. Um ótimo 2013 para você.
    Rueda é, de fato, um tremendo chef.
    Gosto muito da Casa da Li, mas ela está, infelizmente, encerrando suas atividades. Soube disso ontem.
    Lembro, ainda, do Tordesilhas no térreo de um flat da rua Ouro Branco, bem pertinho de onde moro. A casa da Bela Cintra é mesmo muito simpática. Torçamos para que o novo endereço seja agradável.
    Abraços!

  9. Ricardo Reno Says:

    Não é possível que vou perder minha fornecedora de queijos da Canastra!!! Fora a simpatia de todos, a dedicação, as gentilezas as comidas. Muito triste isso.

    Abraços

  10. alhos Says:

    Ricardo,
    é uma pena mesmo.
    Abraços!


  11. Chego com atraso, mas precisava dizer que seus posts sempre me deixam um sorriso no rosto. Adorei a lista, ainda que não concorde com ela integralmente. Serei repetitiva (perdoe essa amiga chata), mas não resisto: creio que, um dia, ainda verei o Maní nessa lista ; )
    Beijos,
    Constance

  12. alhos Says:

    Constance,
    obrigado.
    Eu bem que tento encontrar no Maní o que tantos celebram. Mas dificilmente tenho sucesso. A última visita incluiu pupunha fermentado e couvert servido depois do principal.
    Beijos!

  13. Roberto Says:

    Caro Alhos,
    Eu estou sentindo falta de seus posts…
    Espero que esteja bem e produzindo um para breve!
    Roberto

  14. alhos Says:

    Roberto,
    obrigado…
    Espero colocar algum texto em breve.
    As coisas por aqui andam meio complicadas, com problemas de saúde ao redor, mas logo tudo se normalizará.
    Obrigado, abraços!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: