Archive for the 'anita' Category

Anita

18/06/2009

Foi um amigo que recomendou que eu voltasse ao Anita. Ele me disse que a instabilidade do começo já tinha passado e que a casa achara seu rumo.

Apesar das mal sucedidas visitas anteriores, fui.

Cheguei sem reserva para um almoço no meio da semana e encontrei o salão com meia ocupação. Nem lotado, nem às moscas. Bom sinal.

Pedi, para começar, uma morcilla. Boa e saborosa, bastante adocicada. Quase valia por uma sobremesa, mas funcionou muito bem para abrir o apetite (isso é forma de dizer, leitor: meu apetite está sempre aberto).

Como principal, um prato bem montado de frango com pesto, legumes e trouxinha de cabra. O pesto, corretamente separado num potinho, para que o dosássemos, estava bem saboroso e com consistência correta. No papel de legume, mini-cenouras muito bonitinhas, mas com sabor talvez suave demais.

O frango chegou em dois belos pedaços de peito, no ponto exato, macios e bem, bem úmidos. O único problema era o sabor, quase inexistente. Não se fazem mais frangos como antigamente: todos sabemos disso. Cada vez mais me convenço de que só quem tem um fornecedor 100% confiável é que devia correr o risco de servir frango.

O forte do prato estava na trouxinha, de massa fina e crocante, recheada de queijo macio e bastante saboroso de cabra. Um pequeno deslize, originado provavelmente na sincronização, apareceu na parte superior da trouxinha, que veio seca e torrada – na aparência e no sabor.

A sobremesa decepcionou. Escolhi o que parecia envolver mais conceito: uvas assadas no azeite de baunilha, com creme e telha de alecrim. Feitas com antecedência (o que foi fácil de notar: chegaram à mesa em menos de um minuto após o pedido), as uvas traziam o sabor desagradável de geladeira e o creme já ultrapassara sua consistência adequada. Salvou-se a bem pensada e gostosa telha de alecrim. Mas nem de longe valia os exagerados 14 reais.

No final, uma conta honesta de 59 reais (só água), por um almoço agradável, com serviço atencioso e simpático.

A má impressão que eu tinha da casa de fato se desfez. Mas Anita ainda não deixa saudades. Pequenos problemas aqui e ali impedem a decolagem.

A boa notícia é que o pior já passou. Meu amigo estava certo – aliás, como sempre: os maus dias do início foram felizmente deixados para trás. Mais alguns saltos e honrará uma rua que já teve um ótimo restaurante e tem outro.

Anita

Rua Mato Grosso, 154, Higienópolis, SP

tel. (11) 2628 3584

Como chegar lá (Guia 4 Cantos): Anita

Anúncios