Com plim

23/02/2011

 

Ouro Preto não foi gentil com nossa fome.

Chegamos lá após dias culinariamente (e não só) muito felizes em Tiradentes. Expectativa, claro, lá no alto.

Andamos ladeira acima, ladeira abaixo, visitamos alguns dos lugares mais lindos do Brasil — o que, neste país, é mais bonito do que Ouro Preto?

Mas comer… Tentamos em vários restaurantes e o resultado era sempre o abandono de pratos pelo meio e respostas constrangidas quando os garçons perguntavam se estávamos satisfeitos.

Dizíamos que sim. Mentira.

Havia, porém, uma esperança — não no fim do túnel, mas no fim da estadia: Senhora do Rosário, que o Guia 4 Rodas indica em primeiro lugar na lista de restaurantes da cidade. Fica no hotel de mesmo nome, pertinho de onde estávamos hospedados.

Seria, combináramos, o fechamento de uma viagem deliciosa pelo interior de Minas Gerais.

Lugar arrumadinho, sem charme, mas agradável. Maître acolhedor. Cardápio que mistura referências de cozinha internacional com alguns ingredientes locais.

Minha mulher e eu dividimos, como primeiro prato, um risoto de abobrinhas caipiras, tomate cereja e camarões. Minha filha escolheu o ravioli de vitelo com cogumelos.

Ambos chegaram numa velocidade estonteante e preocupante: oito minutos. É possível servir um risoto nesse tempo? Não era, claro.

Tanto que, ao ver o garçom se aproximando, minha mulher comentou: “Bem que eu ouvi um ‘plim’ vindo da cozinha…”

Achei que ela estava brincando. Não estava. Tinha ouvido mesmo o som do malfadado aparelho e o resultado estava na nossa frente: risoto empapado, massa molenga no meio e ressecada nas bordas.

Os segundos pratos estavam melhores: ‘mignon de carne de sol’ com melaço, bacalhau à lagareira.

Bacalhau gostoso, embora além do ponto — obviamente. Mas se contam nos dedos de uma mão os restaurantes que sabem preparar bacalhau no Brasil. Saborosa carne de sol com melaço.

Conta exagerada de quase 400 reais (sem sobremesa, com vinho de 100 e águas).

É, Ouro Preto não foi gentil com nossa fome.

E desde então estou matutando como o Senhora do Rosário pôde receber recomendação do Guia 4 Rodas.

De volta a São Paulo, reclamei da comida em Ouro Preto pelo twitter e recebi várias dicas de lugares bacanas. Bem feito, quem mandou não pedir antes?


Senhora do Rosário

Rua Getúlio Vargas, 270,
Ouro Preto, Minas Gerais

tel.  31  3551 4200


ps. uma primeira versão deste post saiu com erro. Eu afirmava que o Senhora do Rosário tinha uma estrela do Guia 4 Rodas. Não tinha. Uma lembrança equivocada minha provocou o engano, pelo qual me desculpo. E agradeço ao Que bicho – que me alertou para o erro pelo twitter – e ao Ricardo Castanho, editor de gastronomia do Guia, que também me corrigiu nos comentários.


27 Respostas to “Com plim”

  1. joana Says:

    Esse até dispensava o endereço, heim, Alhos?

  2. Li Says:

    É uma delícia viajar pelas tuas palavras! Como é bom te ler!!!!

  3. Ricardo Castanho Says:

    Caros, há um erro sério neste post: o restaurante Senhora do Rosário, em Ouro Preto, não recebe (nem nunca recebeu) uma estrela do Guia Quatro Rodas. Se existe alguma estrela pendurada no salão, deve ser da época em que o Hotel Solar do Rosário abrigava o restaurante Le Coq d’Or (com outra equipe de cozinha e outra proposta gastronômica). O último recebeu uma estrela do Guia Brasil até a edição 2000 (lançada há 10 anos). Não sei qual a fonte usada por vocês (que deveria ser riscada da agenda de contatos), mas me coloco à disposição desse edificante blog (do qual sou seguidor) para tirar dúvidas sobre a classificação do Guia Quatro Rodas antes de ler críticas equivocadas a esta publicação. Obrigado. Um abraço, Ricardo Castanho, editor de gastronomia do Guia Quatro Rodas.

  4. alhos Says:

    Joana,
    pois é, mas tem que colocar, né?
    Beijos!

    Li,
    obrigado!
    Beijos!

    Ricardo,
    obrigado pelo leitura e pelo esclarecimento.
    Por favor, me desculpe.
    Os bichos já tinham me alertado pelo twitter e fui conferir, atrasadamente, quando percebi o engano: fizera uma anotação errada na minha agenda de viagem.
    De qualquer forma, minha visita não confirma a recomendação que o Guia atribui ao Senhora do Rosário. Mas isso, provavelmente, é mais um caso da longa lista de irregularidades de nossos restaurantes.
    Abraços!

  5. Carlos Says:

    Caro Alhos,

    desculpe estragar sua “fantasia” mas risotto em restaurante aqui no Brasil é SEMPRE pré-cozido. Portanto os 8 minutos não são impossíveis. Não é uma exclusividade nossa. Em NY também é. Até hoje só passei por 2 restaurantes que faziam o risotto do zero. Obviamente, na Itália.

    Abs,
    Carlos

  6. Semiramis Says:

    Que triste, irei pra lá sabendo que não vou comer bem???? Snif…

  7. tadzio Says:

    deprimi com o relato hein!
    mas já deve ter dado tempo para recuperar e tenho certeza que tu tens uns 3 posts para animar a galera!!!
    Grande abraço tádzio

  8. alhos Says:

    Carlos,
    raramente como risoto fora de casa.
    No caso específico, porém, o problema não era o pré-cozimento. Ele estava 100% empapado.
    Abraços!

    Semiramis,
    certamente tem bons lugares.
    Torço para que encontre um deles. E, na volta, por favor nos avise.
    Abraços!

    Tádzio,
    pois é.
    Mas não tenho posts no forno, não.
    Por questões de dinheiro (falta) e de peso (excesso), tenho saído pouquíssimo.
    Abraços!

  9. Ricardo Castanho Says:

    Agradeço a retificação de vocês sobre a estrela do Senhora do Rosário no Guia Quatro Rodas. Quem conhece o metiê, como vocês, sabe que restaurantes são organismos sensíveis e podem trafegar do céu para o inferno numa velocidade espantosa. Não sei se é o caso deste restaurante de Ouro Preto, mas garanto que ele terá uma atenção especial da nossa equipe nesta temporada. Um abraço.


  10. Prezados senhores,

    Ficamos entristecidos quando tomamos conhecimento de insatisfação sobre nossos serviços, pois nossa intenção é servir com qualidade a todos que nos procuram.

    Quanto aos comentários acima, permito-me fazer alguns esclarecimentos:

    O Senhora do Rosário não ostenta em seu interior qualquer placa alusória a “Estrelas” fornecidas pelo Guia Quatro Rodas. Somos um restaurante novo e não tivemos ainda a honra da visita deste conceituado guia.

    Aproveitamos a oportunidade para convidar o senhor Ricardo Castanho, editor de gastronomia do Guia Quatro Rodas a nos fazer uma visita em sua próxima viagem a Ouro Preto.

    Nossos pratos são elaborados conforme preceitua a cozinha moderna; com pré- preparo dos alimentos e finalizados no momento em que são solicitados.

    Acreditamos que nosso cardápio apresenta preços justos:
    Risoto De Abobrinha e Camarões – 30,00
    Bacalhau A Lagareira – 55,00
    Carne de Sol de Filé Mignon com queijo coalho e mel de engenho – 40,00
    Ravióli de Vitelo ao Funghi – 36,00
    Água Mineral – 3,00
    Taxa de serviços – 10%

    Infelizmente, não tivemos como atuar neste caso, pois o cliente em questão não manifestou a sua insatisafação diretamente conosco.

    Nos colocamos à disposição pelo telefone (031) 3575 8500, ou pelo e-mail gerencia@hotelsolardorosario.com.br

    Atenciosamente,
    Denise – gerente


  11. Retifico o número do telefone do Senhora do Rosário(31) 3551 52 00

    Denise Niquini

  12. alhos Says:

    Ricardo,
    obrigado.
    Abraços!

  13. alhos Says:

    Denise,
    obrigado pela resposta.
    Não posso, obviamente, responder pelo Guia 4 Rodas, do qual sou apenas leitor, mas suponho que os avaliadores da publicação tenham, sim, visitado o restaurante. Caso contrário, não o indicariam.
    Creio que em qualquer restaurante – e não só em restaurantes – os preços são ou não justos em função da comida servida.
    Espero que, no futuro, tenhamos outra, e melhor, refeição em seu restaurante. Mas nessa oportunidade tampouco nos manifestaremos. A prática do blog é exatamente a de manter o anonimato. E, em todos os casos, a torcida é para que todos possamos comer bem e a preço adequado.
    Obrigado, abraços!


  14. A pronta resposta do editor da 4 Rodas diz muito do seu (mais que justo) prestígio. Parabéns! abraço M

  15. Ricardo Castanho Says:

    Prezada Denise, há um equívoco no seu comentário que coloca o Guia Quatro Rodas numa situação delicada. Não indicamos restaurantes sem avaliá-los in loco (anonimamente e pagando todas as despesas). Nossa equipe já fez três refeições no Senhora do Rosário desde que ele foi inaugurado em 2008: uma em 01 de julho de 2009, uma em 28 de junho de 2010 e a última, dias depois, em 03 de julho de 2010 (poderia informar as receitas testadas nestas oportunidades, mas acho que não vem ao caso). O fato é que o restaurante de vocês já consta na publicação desde a edição 2010, lançada em setembro de 2009. Agradeço o convite e espero ter a chance de conhecer a casa de vocês em breve. Obrigado, Ricardo Castanho.

  16. alhos Says:

    Marcelo e Ricardo,
    obrigado pelos comentários.
    Abraços!

  17. jb Says:

    alhos,

    tudo bem?

    belo debate por aqui.

    como o comentário do carlos me chamou a atenção, escrevo para acrescentar a informação – se alguém não souber – que o santo colomba, do grande chefe alencar, faz sim seus risotos a partir do momento do pedido e só por isso, já vale uma visita.

    claro que tem muito mais coisa boa nesse restaurante muito especial, e tão pouco falado.

    abração!

  18. alhos Says:

    Julio,
    tudo bem?
    Obrigado pelo comentário e pela lembrança.
    Lamento muito não frequentar mais o Santo Colomba. Faz tempo que não vou lá e nunca me decepcionei com a comida.
    Abraços!

  19. Fritz Says:

    Ia falar do Santo Colomba, mas o Julinho já o fez. Reparei que a gerente do Senhora do Rosário não negou o uso de microondas no preparo do risoto. Nem prometeu que a cozinha não vai mais usá-lo. Vamos lá, Denise, aposente esse microondas!🙂

    Abs!

  20. Leonardo Says:

    Caro Alhos;
    Acompanho sempre seu blog e gosto de seus comentários. Este post só reforça a seriedade do Guia 4 Rodas, com visitas ANÔNIMAS e sempre pagando a conta (como as suas). Nem sempre meu gosto bate 100 % com o do Guia, mas pelo menos imagino que a opinião lá é isenta.
    Quanto ao Santo Colomba, acho um dos melhores restaurantes de SP, mas na única vez que saí de lá meio decepcionado (acho que já fui lá mais de 50 vezes) com a comida foi justamente quando pedi um risoto.
    Abs Leonardo

  21. alhos Says:

    Fritz,
    tudo bem?
    Tomara que de fato o aposentem.
    Abraços!

    Leonardo,
    tudo bem?
    Obrigado.
    Uma pena. Mas acho que vale a pena tentar de novo o risoto de lá.
    Abraços!

  22. Flávio Says:

    Ótimo blog! Comentários simples, diretos e irascíveis, tão necessários ao ramos dos “serviços alimentares” no Brasil.
    Virei fã, como bom gourmet!

  23. alhos Says:

    Flávio,
    obrigado.
    Volte sempre e, quando puder, deixe seus comentários.
    Abraços!

  24. bhmodaderua Says:

    AMEI o blog e o debate! Quero almoçar em Ouro Preto neste final de semana, mas não sei bem onde ir. Estava quase indo para o Senhora do Rosário, mas vou deixar para outra oportunidade. Mas… afinal… alguém indica um excelente restaurante em Ouro Preto / Mariana / Lavras Novas? Abraços,

  25. alhos Says:

    bhmodaderua,
    obrigado!
    Infelizmente não tenho qualquer indicação. Não comi bem em Mariana ou Ouro Preto e não conheço Lavras.
    Tomara alguém dê boas dicas para você!
    Se der certo, por favor, conte depois.
    Abraços!

  26. raquel Says:

    Oi, Achei esse post e resolvi comentar. Estou morando em Ouro Preto há 3 meses e acho que aqui não tem nenhum restaurante bom aqui. Já fui em tudo quanto é lugar e não gostei de nada. Adoro demais essa cidade, mas não tem UM restaurante bom. O que mais gosto é um restaurante de PF.

  27. alhos Says:

    Raquel,
    tudo bem?
    Desculpe-me: não recebi notificação do comentário; por isso, ainda não o havia liberado.
    Ouro Preto é uma cidade maravilhosa, talvez a mais linda do Brasil.
    Quem sabe, hora dessas, você não descobre um lugar bom e alardeia ao mundo? Tomara.
    Beijos!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: